07 ago 2020

Como é morar sozinha? Um guia para mulheres

Compartilhe:

Ao tomar a decisão de comprar ou alugar seu próprio apartamento, é comum que você procure por informações sobre como é morar sozinha, principalmente se esta é a primeira vez que você sai da casa de seus pais.

Sendo assim, é importante entender que, além dos gastos comuns com aluguel, contas de consumo, IPTU e condomínio, existe uma série de custos e imprevistos a serem considerados. Afinal, daqui para a frente, todas as responsabilidades ficarão por sua conta.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com uma série de dicas sobre como é morar sozinha para que esse momento de transição seja agradável e você não passe pelos famosos perrengues de quem decide viver só.

Acompanhe a leitura para conferir!

 

É bom morar sozinha?

Se você adora ter liberdade para fazer o que quiser, privacidade para andar à vontade por qualquer cômodo da casa e organizar as tarefas quando bem entender, a resposta é óbvia: sim!

Porém, é importante que você goste de sua própria companhia e não tenha problemas com o autoconhecimento, pois existem grandes diferenças entre sozinha e solitária.

Sempre que possível, convide familiares e amigas próximas para fazer um almoço ou jantar na companhia de pessoas especiais.

 

O que comprar?

Se você ainda não possui nenhum móvel ou utensílio doméstico, é necessário providenciar o básico:

  • fogão — pequeno, se você pretende continuar morando sozinha por tempo indeterminado;
  • geladeira;
  • máquina de lavar;
  • cama;
  • colchão;
  • panelas;
  • louças e talheres;
  • roupas de cama;
  • guarda-roupas.

Os demais itens da casa você pode conquistar aos poucos, caso tenha pressa em sair da casa dos pais logo.

 

Como se precaver financeiramente?

Lembre-se que, a partir do momento em você pegar a chave do apartamento, todas as contas, despesas e imprevistos deverão ficar sob sua responsabilidade. Ou seja, é fundamental ter uma reserva financeira para arcar com surpresas desagradáveis, como um cano estourado, um problema na parte elétrica ou qualquer outro tipo de manutenção no imóvel.

Aproveite os meses anteriores à sua mudança para guardar uma parte do salário e junte o máximo de dinheiro que puder. Mas fique atenta: a reserva deve ser usada somente para emergências, como problemas de saúde, acidentes, dívidas por necessidades imprevistas etc.

 

Quais cuidados tomar?

Ao decidir morar sozinha, considere escolher um apartamento em condomínio fechado, com portaria. Desse modo, seu lar fica mais protegido e você fica tranquila com relação à segurança.

Procure conhecer seus vizinhos e fazer amizade, pois eles podem te dar suporte em situações-chave, como a necessidade de trocar um chuveiro, por exemplo.

Desenvolver um bom relacionamento com os vizinhos também contribui para que você não se sinta só. É possível interagir com eles em ambientes compartilhados, como piscina, playground ou academia e ainda convidá-los para uma pequena reunião na sua casa.

Outro cuidado que você deve tomar é ter sempre uma chave reserva do seu apê novo, bem como um controle reserva do portão. É possível, inclusive, deixá-los com alguém de confiança. Desse modo, caso perca um deles, não terá muitos problemas para entrar em casa.

Preparada para morar sozinha? Continue acompanhando o blog da Emccamp e confira outras dicas para aproveitar ao máximo sua liberdade!