segurança em casa
16 abr 2020

Segurança em casa: 11 dicas para proteger as crianças

Compartilhe:

Para quem tem filhos, medidas de segurança em casa para garantir um ambiente saudável e livre de perigos são extremamente necessárias. Afinal, quanto mais nova a criança é, menos noção de riscos ela tem, o que requer que mais cuidados sejam tomados.

Produtos de limpeza no chão, sacadas sem grades de proteção, tomadas destampadas, panelas quentes sobre o fogão e objetos cortantes e pontiagudos de fácil alcance são apenas alguns dos perigos que sua residência pode oferecer.

Portanto, preparamos este conteúdo com uma série de dicas de segurança em casa para que você mantenha o ambiente em que seus filhos vivem livre de riscos à sua saúde e integridade física.

Acompanhe a leitura para saber mais!

 

1. Tapetes antiderrapantes

Para garantir a segurança no lar, utilize tapetes antiderrapantes nas áreas com pisos mais escorregadios ou com maior risco de quedas. É recomendado também colocar materiais antiderrapantes por baixo de tapetes ou, melhor ainda, removê-los, caso você tenha crianças pequenas em casa.

 

2. Trava para vaso sanitário

Essa é uma dica para segurança em casa muito importante especialmente para quem tem crianças novas, pois devido ao peso da cabeça, basta apenas 2,5 cm de água para que elas se afoguem. Por isso, além de manter a tampa do vaso sanitário sempre fechada, utilize um dispositivo de segurança para evitar que elas sejam abertas com facilidade.

 

3. Grades de segurança

Alguns ambientes da casa ou do apartamento oferecem sérios riscos de queda, como janelas e escadas. Portanto, coloque redes, telas ou grades de proteção para evitar acidentes.

 

4. Cuidados com o fogão

Se existe um utensílio doméstico que compromete a segurança em casa é o fogão. Não são poucos os casos de acidentes graves que acontecem por descuidos com esse equipamento.

Além de utilizar sempre as bocas de trás, pois dificultam o acesso por crianças pequenas, certifique-se de sempre manter os cabos das panelas virados para o lado de dentro.

 

5. Tomadas tampadas

Crianças estão na fase de descoberta, na qual tudo é novidade e tudo desperta a curiosidade. O fato das tomadas estarem na altura de seus olhos, faz com que esses objetos despertem seu interesse, o que contribui para que elas coloquem o dedo e tomem choques. Uma medida de segurança em casa para evitar esse tipo de problema é comprar plugs ou protetores específicos para tampar as tomadas.

 

6. Travas para armários e gavetas

Além de encontrarem objetos perigosos como facas, chaves-de-fenda ou produtos químicos, ao abrir uma gaveta, há o risco de que a mesma caia sobre a criança, causando graves ferimentos.

Evite esse risco colocando travas específicas para portas. Você encontra esse tipo de utensílio facilmente em lojas para materiais de construção e reformas.

 

7. Grades em torno da piscina

Se você tem piscina em casa, é imprescindível que mantenha seus filhos pequenos o mais longe possível.

E como nem sempre é possível vigiá-los o tempo todo, a solução é envolver a piscina com cerca de pelo menos 1,5 m de altura e que não possam ser escaladas, com portões travados com cadeados para garantir que não serão abertos sem sua permissão.

 

8. Banheiro sempre trancado

Sempre que o banheiro não estiver em uso, mantenha-o trancado, pois além do risco de afogamento no vaso sanitário, há o piso escorregadio e possível presença de medicamentos e objetos cortantes neste cômodo. Ou seja, é um dos ambientes que mais oferecem riscos à segurança em casa.

 

9. Produtos de limpeza trancados

Produtos de limpeza têm embalagens que são facilmente confundidas com bebidas, como sucos e refrigerantes, pelo fato de serem coloridas. O ideal é mantê-los em locais de difícil acesso e, se possível, em armários com tranca.

 

10. Medicamentos longe do alcance

Uma dica fundamental de segurança em casa é manter suas vitaminas, medicamentos, antissépticos bucais, pomadas e outros produtos em locais que não podem ser acessados por crianças, pois a ingestão desse tipo de substância pode causar danos gravíssimos à saúde ou até mesmo a morte.

 

11. Objetos perigosos sempre guardados

Canecas, talheres, utensílios domésticos, colas, tesouras, isqueiros, cerâmica, vidro e todo o tipo de objeto que possa causar acidentes deve ser mantido em lugares apropriados, como em gavetas, armários ou caixas de ferramentas com tranca.

Gostou dessas dicas? Que tal compartilhá-las com seus amigos e ajudar mais pessoas a promoverem um ambiente seguro para as crianças?