21 jan 2021

Isolamento acústico no apartamento: um pequeno guia para aplicar você mesmo

Compartilhe:

Sabia que o barulho é um dos principais motivos das queixas em condomínios? Ruídos em excesso, e nos horários menos apropriados, ainda permanecem no centro das reclamações.

Buzinas, vizinhos, aglomerações de pessoas na rua, crianças brincando, obras, música alta: a lista é longa. E quando moramos em cidades grandes, sabemos que o barulho externo é, em algum momento, inevitável. 

Para se livrar desses tipos de ruídos, há duas soluções: ir morar no campo ou resolver o problema no seu próprio apartamento e permanecer exatamente onde você escolheu viver.  

Não que morar no campo seja uma má ideia, mas que tal deixar seu lar mais confortável e aplicar um isolamento sonoro no seu apartamento? 

Garantimos para você que isolar a acústica não é nada tão complicado. Aliás, hoje vamos mostrar como você mesmo pode fazer isso. Ficou curioso? Siga com a leitura!

 

Guia rápido de isolamento acústico para apartamentos

O som passa através das paredes. Mas ele também entra na sua casa por meio de pequenas frestas ou de superfícies mais finas, como os vidros das janelas. 

Por isso, é importante considerar todos os possíveis pontos de entrada para traçar uma estratégia de isolamento acústico que funcione no seu apartamento.

A boa notícia é que há uma solução para fazer um bom isolamento acústico em todos os ambientes e aberturas. 

E, se o momento é de ficar em casa, já que a pandemia nos tem obrigado a manter o isolamento social, você ainda vai ter tempo para dedicar às mudanças que vão fazer com que seu apartamento seja praticamente um bunker de ruídos.

Vamos lá?

 

Isole as portas e janelas em primeiro lugar

Para solucionar todos os ruídos aéreos, é preciso eliminar todas as passagens de ar que possam existir entre o interior e o exterior de seu apartamento. 

Para resolver essa parte, você pode investir em isolantes acústicos que funcionam como selantes. Melhor ainda: estes produtos são especialmente pensados para essa finalidade, principalmente na hora de selar as portas. 

A fita de vedação acústica para portas e janelas não é cara, é de fácil instalação e você vai sentir a diferença imediatamente. 

Melhor ainda: se você usa ar-condicionado, este tipo de isolamento acústico também serve para evitar a troca de ar entre os ambientes, mantendo a temperatura baixa por mais tempo.  

Se quiser ir ainda mais longe no isolamento, você pode procurar placas de espuma lisa. Elas são indicadas principalmente quando as portas não são feitas de madeira maciça, o que permite uma maior passagem do som. Alguns modelos são entregues em pequenas placas quadradas, basta montar o mosaico.

Já quando pensamos especificamente nas janelas, o ideal é ter esquadrias com vidros duplos ou triplos. Se este não for o caso, ou mesmo com este tipo de janela o som ainda entra, a solução é instalar cortinas de isolamento acústico.

Elas são feitas de materiais como vinil ou fibra de vidro, para dar dois exemplos. Ambas ajudam tanto a isolar o som que vem do lado de fora como evitam que a luz entre. E, assim como os selantes para portas, ajudam a manter a temperatura mais estável nos ambientes. 

 

Pisos e paredes, como isolar?

O chão pode ser um grande vilão do isolamento acústico. Principalmente quando está coberto com revestimentos mais duros, como pedra, porcelanato ou até mesmo cerâmica comum.

Se você tiver a opção de customizar o piso do seu apartamento antes de entrar, o ideal é usar revestimentos como piso vinílico (que a Emccamp oferece gratuitamente aplicados em seus apartamentos) ou de madeira.

Mesmo assim, é perfeitamente possível minimizar o barulho no caso de pisos mais duros ou maximizar ainda mais o isolamento de pisos com bom potencial de absorção de ruídos, como o vinílico. 

A solução é investir em tapetes. Quanto mais grossos, maior seu poder de isolar o ruído e eliminar o barulho das pessoas caminhando dentro do seu apartamento, ou quando alguém derruba alguma coisa no chão. 

Já quando é preciso isolar ambientes um do outro, podemos aplicar a mesma lógica dos painéis para isolamento acústico das portas. Isso pode ser necessário quando as paredes que separam cada cômodo são mais finas, por exemplo. 

Neste caso, para fugir de materiais com acabamento mais industrial, como as placas de espuma, você pode optar por placas de fibra de coco e até aproveitar para integrá-las na decoração de seu apartamento

O mais legal da fibra é que elas dão um aspecto mais rústico aos ambientes, sem perder a elegância. E como as placas são compostas de fibras vegetais de coco e aglomerado de cortiça, além de absorver frequências mais baixas (os graves, principalmente), são sustentáveis e ecologicamente corretos. 

 

O mobiliário e sua relação com o isolamento acústico

Fazer um tratamento das superfícies e isolar a entrada de ar são dois potentes aliados na hora de fazer o isolamento acústico do seu apartamento. Ainda assim, saiba que a quantidade e tamanho dos móveis, bem como os materiais usados em sua fabricação também interferem na propagação do som.

Ambientes mais vazios tendem a fazer eco, e o ruído se propaga em todas as direções. Como não há obstáculos, o som não encontra barreiras e segue em direção aos outros cômodos do seu apartamento. 

A solução, aqui, é pensar na distribuição dos móveis. Assim, mesmo que você faça a decoração sem gastar muito, vai aproveitar seu mobiliário para melhorar o isolamento acústico do apê.

Neste sentido, as esquinas dos ambientes são os lugares que mais rebatem os sons e fazem com que eles inclusive se amplifiquem, como no caso dos graves. Dessa forma, procure sempre ocupar os cantos com algum tipo de móvel, isso impedirá que o som siga se propagando. 

Os estofados também ajudam muito a barrar os ruídos. Sofás, poltronas, puffs e outras mobílias com revestimento de tecido e interior de espuma funcionam como isolantes acústicos.

E lembra do que falamos dos tapetes? Alguns são feitos para pendurar na parede como um quadro, o que também funciona como isolante. 

Como você pode ver no artigo de hoje, há várias coisas que podem ser feitas por você mesmo para melhorar o isolamento acústico do seu apartamento sem ter que contratar uma equipe completa. 

Aos poucos, você pode ir melhorando cada ambiente. O importante é não minimizar o problema do ruído, já que ele afeta seu bem-estar e a qualidade do seu relacionamento com os vizinhos. 

Gostou dessas dicas de isolamento acústico? Então compartilhe com seus amigos e familiares!