04 set 2020

Casa Verde e Amarela: entenda as mudanças propostas pelo governo para o Minha Casa Minha Vida

Compartilhe:

No dia 25/08/2020, o Governo Federal anunciou diversas mudanças no programa Minha Casa Minha Vida. Entre elas, o nome, que passa a ser Casa Verde e Amarela.

A proposta é aprimorar o maior programa habitacional do país, oferecendo mais opções a quem deseja comprar o primeiro imóvel.

Se você faz parte desse grupo e está curioso para saber o que vai mudar no Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa Minha Vida, continue a leitura. Vamos te contar tudinho neste post!

 

Para quem é o Casa Verde e Amarela?

O antigo Minha Casa Minha Vida, que passará a ser conhecido como Casa Verde e Amarela, caso seja aprovado pelo congresso, é um programa habitacional direcionado àquelas famílias urbanas que possuem renda mensal de até R$ 7.000.

De acordo com a proposta do governo, que foi enviada à Câmara dos Deputados e deverá ser apreciada até meados de outubro, o programa passará a ter três faixas de renda, e não quatro, como vem sendo no Minha Casa Minha Vida.

Desse modo, as novas faixas de renda seriam:

  • Grupo 1: renda até R$ 2.000 mensais
  • Grupo 2: renda de R$ 2.000 até R$ 4.000 mensais
  • Grupo 3: renda de R$ 4.000 até R$ 7.000 mensais

Lembrando que no Minha Casa Minha Vida as faixas de renda são:

  • Faixa 1: renda de até R$ 1.800 mensais
  • Faixa 1,5: renda entre R$ 1.800 e R$ 2.600
  • Faixa 2: renda entre R$ 2.600 e R$ 4.000
  • Faixa 3: renda entre R$ 4.000 e R$ 7.000

 

Como vai funcionar a taxa de juros do Casa Verde e Amarela?

Segundo a proposta governamental, as taxas de juros para os financiamentos serão aplicadas de forma diferente para os estados do Norte e Nordeste, visando estimular a compra de imóveis nestas regiões.

Assim, quem quiser adquirir um imóvel pelo Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa Minha Vida, nos estados do Norte e Nordeste, terá as seguintes taxas de juros:

  • 4,25% de juros ao ano para quem é cotista do FGTS
  • 4,50% de juros ao ano para quem não é cotista do FGTS

Nessas localidades, quem possuir renda de até R$ 2.000 mensais contará, ainda, com uma redução de até 0,5% na taxa acima mencionada.

Já nas demais localidades do país, os valores serão os seguintes:

  • 4,5% de juros ao ano para cotistas do FGTS
  • 5% de juros ao ano para quem não for cotista do FGTS

 

Maior acesso a unidades habitacionais novas

Junto com a proposta do Casa Verde e Amarela, também vem a boa notícia de que o limite de valor dos imóveis financiados será expandido. Desse modo, será possível investir em imóveis mais amplos ou com mais comodidade para a sua família.

No entanto, vale lembrar que o Casa Verde e Amarela ainda não foi aprovado pelo Congresso e pode sofrer novas mudanças. Portanto, continue acompanhando o blog da Emccamp para saber de todas as novidades sobre o programa!