21 jul 2020

Convivência em família: o novo desafio de nossas vidas

Compartilhe:

A correria do dia a dia sempre foi motivo de queixas e desculpas para a falta de convivência em família. Contudo, o isolamento social nos obrigou a desacelerar e passar mais tempo com as pessoas que moram conosco.

E, embora seja benéfica para todos, sabemos que a convivência em família por períodos muito longos tem seus desafios — ainda mais sem poder sair de casa.

Se você está passando por situações difíceis durante o isolamento com seus familiares, calma, porque vamos mostrar que é possível ter uma convivência mais harmônica com seus parentes dentro de casa.

E o melhor é que essas dicas são válidas não só durante a quarentena, mas por toda a vida. Continue a leitura e saiba o que fazer!

 

Deixe o celular um pouco de lado 

A convivência em família é uma oportunidade para desenvolver ou resgatar velhos hábitos. Atire a primeira pedra quem nunca se sentou no sofá da sala com mãe, pai, irmãos, esposo ou esposa e passou o tempo todo sem falar uma palavra.

Normalmente, ficamos tão ocupados com as nossas atividades diárias fora de casa que, quando paramos, estamos cansados demais para conversar.

 

Leia também: Como conciliar trabalho e família em tempos de isolamento social

 

Como se não bastasse, o celular consome boa parte do nosso tempo e atenção, que poderia ser utilizada para coisas mais importantes, como o diálogo, por exemplo.

É claro que você não precisa fazer aquela clássica pergunta: “como foi o seu dia?”, porque, afinal, todos estão confinados em casa, mas dá para resgatar histórias familiares do passado, rever álbuns de fotografia ou simplesmente trocar ideias. Experimente e veja como pode ser bom!

 

Respeite o espaço do outro 

Esta sempre foi uma regra básica para a boa convivência em família, mas que é esquecida com frequência.

Acontece que, em situações de confinamento obrigatório, é normal que os problemas pareçam ser maiores do que realmente são, o que pode gerar conflitos desnecessários.

 

Dica: Como comprar um apartamento ganhando pouco

 

Por isso, não importa se sua família é grande ou pequena, respeitar o espaço e as coisas do outro é sempre uma atitude bacana. Use o bom senso e preserve o clima agradável dentro de casa.

 

Proponha atividades em conjunto 

Que tal lembrar daquele jogo de tabuleiro antigo? Ou cantar no karaokê? Essas são ótimas atividades para passar o tempo, especialmente se você tiver crianças em casa.

 

Colabore com as tarefas domésticas

Com todo mundo ficando mais tempo em casa, as tarefas de limpeza e arrumação também aumentam. Portanto, nada mais justo do que cada um ficar responsável por arrumar o seu próprio quarto.

O restante das atividades pode ser dividido, criando um cronograma e atribuindo tarefas para cada pessoa. Dessa forma, ninguém ficará sobrecarregado.

Sem esquecer do bom senso, como foi dito alguns tópicos atrás. Se precisar de algo, peça; se tirar do lugar, devolva; se sujar, limpe. Faça sua parte para manter tudo organizado e incentive os outros a fazerem o mesmo. 

Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais e ajude seus amigos a melhorarem a sua convivência em família também!