Aprenda a fazer um planejamento financeiro familiar

FONTE: -A +A
COMPARTILHAR:

Um planejamento financeiro familiar é fundamental para garantir um futuro mais estável e tranquilo. É muito difícil, sem falar improdutivo, fazer economias sozinho. Todos os membros  devem entrar de cabeça no planejamento financeiro da família!

Veja o que você deve considerar para organizar a vida financeira da sua família:

1 – Renegocie as dívidas da família

Renegociação de dívida

Esta é uma etapa essencial no planejamento familiar! Faça uma lista com cada uma das dívidas e seus valores. Reflita sobre o orçamento da família e pense em um valor confortável para destinar ao pagamento da dívida. Feito isso, é hora de negociar com a empresa credora!

Lembre-se o planejamento que fez e não tente pagar grandes parcelas se estiverem fora do limite que você pensou. Negocie parcelas que você e sua família realmente possam pagar.

2 – Anote todos os gastos da família

registro de gastos

As despesas de todos devem participar do planejamento. Gasto com aluguel, contas da casa, escola das crianças, compras do lar, vestuário, transporte e também gastos esporádicos.

Não esqueça de colocar tudo na ponta do lápis! Mesmo a bala que você comprou para o filho na saída da escola ou o chiclete de depois do almoço! De guloseima em guloseima gastamos uma quantia que faz diferença no balanço financeiro do final do mês.

3 – Faça uma meta, depois dobre a meta!

meta financeira

É muito importante criar uma meta financeira para cada membro da família. Todos devem ter um objetivo definido sobre os gastos mensais. Não é preciso fazer uma ditadura financeira, mas sim controlar para que ninguém saia da linha fazendo gastos desnecessários.

Planeje um valor máximo para gastar com cada tipo de despesa. Defina qual será o limite para categorias como moradia, alimentação, passeios etc. Isso ajudará a não passar da conta no fim do mês.

4 – Crie uma reserva financeira para a família

poupança

Uma vez que a família quitou suas dívidas, adotou o hábito de registrar os gastos e elaborou metas financeiras, é hora de poupar!

Um dos motivos de ter uma reserva é justamente evitar dívidas. Elas podem surgir por conta de gastos com saúde, reparos no carro e até uma infiltração na cozinha. Qualquer situação não planejada que envolva um gasto significativo pode ser um grande problema.

Por isso, após seguir as 3 primeiras dicas, é fundamental poupar uma quantia todos os meses.

Só para fixar, vamos a uma lista resumindo nossas dicas sobre o planejamento financeiro familiar:

  1. Faça uma lista das dívidas, planeje parcelas confortáveis, negocie com a empresa credora;
  2. Registre os gastos de cada membro da família para ter controle sobre as finanças;
  3. Elabore metas, coloque um teto para não gastar além da conta;
  4. Poupe dinheiro. Faça uma reserva para evitar dor de cabeça.

 

VITRINE:

COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

E ai, o que achou?
Deixe o seu comentário!